quinta-feira, 16 de junho de 2016

Santa Cruz 1 x 0 Figueirense


Fotografia de André Nery / JC Imagem

SANTA CRUZ 1 x 0 FIGUEIRENSE

Davi Saboya

Uma vitória que valeu pelos três pontos. O Santa Cruz não mostrou um bom futebol, mas consegui vencer por 1×0 o Figueirense, nesta quarta-feira (15), no Arruda, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. O gol da vitória foi marcado pelo meia Lelê. O goleiro Gatito Fernández foi expulso ainda na metade do primeiro tempo. O que não mudou a vida do Tricolor.
Mesmo com um jogador a mais, o Santa Cruz teve bastante dificuldade para ampliar o placar e ainda viu o adversário ter chances perigosas de empatar a partida. Os três pontos foram fundamentais para a equipe coral que conseguiu quebrar a sequência negativa de quatro jogos sem vencer na competição. O próximo jogo do Tricolor é contra o Palmeiras, sábado, às 16h, em São Paulo.

O JOGO

Santa Cruz e Figueirense começaram a partida com muita marcação e pouca criação dos dois lados. O Tricolor até tentou a pressão inicial, mas não teve sucesso. A primeira chance de perigo foi do adversário. A zaga coral vacilou, se Vitor não intercepta, Bady iria completar o passe de Dudu e abrir o placar.
O ataque do Santa Cruz até mostrava muita vontade, mas faltava qualidade no último passe. Os atacantes conseguiam rondar a grande área de Gatito Fernandes só que não completavam os lances e aparentavam bastante ansiedade na hora da conclusão. Os visitantes apenas assustavam quando a defesa tricolor falhava. Aos 20, Ferrugem roubou a bola de Uillian Correu, passou para Dudu, que dentro da grande área mandou por cima.
Três minutos depois, um milagre. Bady saiu na cara de Tiago Cardoso, tirou do goleiro, mas Neris conseguiu interceptar o lance quando a bola estava em cima da linha. Só que como diria o ditado: “Quem não faz, leva”. Aos 25, Uillian Correia passou para Grafite que deixou Lelê livre para invadir a grande área e abrir o placar.
No primeiro ataque que conseguiu encaixar, o Santa Cruz teve sucesso. Já o Figueirense sentiu o golpe após sofrer o gol. Os jogadores catarinenses ficaram bastante nervosos. Tanto que o goleiro Gatito Fernandes foi expulso após levar dois cartões amarelos. Já o Santa Cruz administrou o resultado.
Na etapa final, o Tricolor começou com tranquilidade e esperou o adversário ceder espaços. Enquanto o Figueirense, mesmo com menos um jogador, tentava o empate, o Santa Cruz apostava nos contra-ataques. Logo aos 5, João Paulo apareceu livre na entrada da grande área e bateu no canto para boa defesa do goleiro Thiago Rodrigues. Pouco tempo depois, Vitor chutou cruzado com a canhota e o arqueiro catarinense atrapalhou a equipe coral de ampliar o placar.
Mesmo com um jogador a menos, o Figueirense não estava entregue na partida. Em um vacilo da defesa coral, Werley escorou de cabeça e Guilherme Queiroz, livre na pequena área, quase que empata. O Santa Cruz administrava a partida com uma maior posse de bola, mas com a saída do atacante Grafite faltava objetividade ao ataque que apesar do grande volume não conseguia criar jogadas perigosas.
Durante os últimos minutos, o Santa Cruz até que tentou aumentar a vantagem no placar, mas não teve jeito. O máximo que conseguiu levar perigo ao adversário foi com chutes de fora da área. Restou ao Tricolor se defender para não sofrer o empate do Figueirense que tentou até o final do jogo o empate.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vitor, Neris, Danny Morais, Tiago Costa; Uillian Correira, João Paulo, Lelê (Leandrinho); Arthur (Léo Moura), Wallyson e Grafite (Fernando Gabriel). Técnico: Milton Mendes.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Jefferson, Werley, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Ferrugem, Bady; Dodô (Lins), Dudu (Thiago Rodrigues) e Ermel (Guilherme Queiroz). Técnico: Vinicius Eutrópio.

Local: Arruda, Recife (PE). Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP). Assistentes:Anderson José de Moraes Coelho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP). Cartões amarelos: Neris, Tiago Costa e Fernando Gabriel (Santa Cruz). Marquinhos Pedroso, Dudu, Gatito Fernández (Figueirense). Cartão vermelho: Gatito Fernanández (Figueirense). Gol: Lelê aos 25′ do 1ºT. Público: 10.019 torcedores. Renda:R$128.510.

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 15/6/2016

Nenhum comentário: