sábado, 4 de junho de 2016

Para apagar a má impressão


Fotografia de Diego Nigro / JC Imagem

PARA APAGAR A MÁ IMPRESSÃO

Thiago Wagner
Vencer o Atlético-PR, neste sábado, às 16h, na Arena da Baixada, é importante para o Santa Cruz não só em termos de classificação no Brasileirão. Os corais precisam da vitória também para apagar a má impressão deixada no clássico contra o Sport, na última quarta-feira, no Arruda. No duelo com o Leão, os tricolores jogaram muito mal e perderam de 1×0. Logo, nada melhor do que ganhar fora de casa para desfazer a imagem deixada no último jogo. Isso ainda faria o Santa subir um pouco na tabela. Atualmente, o Tricolor é o sétimo com oito pontos. O adversário está na vice-lanterna com quatro.

Mudanças na equipe do Santa Cruz
Para esta partida, o técnico Milton Mendes vai fazer algumas mudanças em relação ao time que perdeu o clássico. Saem Alemão e Roberto, este suspenso pela expulsão contra o Sport, e entram Néris e Tiago Costa respectivamente. Já o restante da equipe deve ser a mesma. Assim, o Santa Cruz deve ir com a seguinte escalação: Tiago Cardoso; Léo Moura, Néris, Danny Moraes e Tiago Costa; Uillian Correia, João Paulo e Wallyson; Keno, Arthur e Grafite. O treinador, porém, não confirmou esse time. Prefere esperar alguns exames físicos para saber se pode contar com todos como planeja.
“Não temos ainda definido. Vamos fazer exames com Keno e Arthur. Temos sequências de jogos e sentiu-se um pouco. Vamos esperar exames amanhã”, disse o comandante tricolor.
Grafite como esperança de gols
Com seis gols na Série A, o atacante Grafite é a principal esperança de gols do Santa Cruz. A expectativa é que ele esteja em dia de artilheiro para a vitória sair. Além disso, fica a torcida dos corais para que ele se isole na artilharia da competição. Atualmente, ele divide a ponta com Bruno Rangel, da Chapecoense.

Adversário em má fase
O Atlético-PR vem em baixa na temporada. Só venceu uma no Brasileirão e está na zona de rebaixamento. Por isso, só a vitória interessa neste sábado. Como todo time em má fase, o Furacão busca reforços para reagir no campeonato. Enquanto isso não ocorre, vai trabalhando com o que tem à disposição.

Fonte: Blog do Torcedor, Jornal do Commercio, Recife, 03/6/2016

Nenhum comentário: