domingo, 19 de junho de 2016

Palmeira 3 x 1 Santa Cruz


Fotografia de César Greco / Ag. Palmeiras

PALMEIRAS 3 x 1 SANTA CRUZ

Thiago Wagner

Mesmo contando com o time ideal à disposição, o Santa Cruz não conseguiu segurar o poder ofensivo do Palmeiras, neste sábado, na Allianz Parque, pela nona rodada do Brasileirão. O Tricolor ficou muito atrás no primeiro tempo e, mesmo tentando uma reação no segundo, não conseguiu impedir a derrota por 3×1. Dudu, duas vezes, e Jean marcaram para os alviverdes, enquanto os corais marcaram com Grafite, artilheiro do Brasileirão com sete gols ao lado de Bruno Rangel, da Chapecoense.
Com a derrota, o Santa Cruz permanece com 11 pontos. Só que os pernambucanos podem sair da décima posição a depender dos outros resultados do fim de semana. Já o Palmeiras assume a liderança provisória com 19 e seca o Internacional, que encara o Figueirense, fora de casa, neste domingo. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Flamengo, no Arruda, enquanto o Palmeiras encara o América-MG, também em casa.

Tricolor pagou por ficar atrás

O resultado negativo dos corais pode ser explicado pelo primeiro tempo que a equipe fez em São Paulo. Com uma postura que priorizou basicamente a defesa, o Santa Cruz foi bastante pressionado na primeira etapa pelo Palmeiras, que não deu brechas para o Tricolor. É verdade que os corais tiveram alguns contra-ataques, mas foram oportunidades raras para uma equipe que encontrou muitas dificuldades para superar a forte marcação palmeirense, que obrigava os tricolores a ficarem com todos os seus jogadores na defesa em muitos momentos.
Sendo assim, não foi surpresa que o placar dos primeiros 45 minutos tenha sido de 2×0 para os paulistas. A equipe alviverde teve muito mais posse de bola e mereceu até sair com uma vantagem maior.
O gol de Grafite logo no início do segundo tempo até deu uma esperança para o Santa Cruz. Não só pela diminuição da vantagem do Palmeiras, mas pela postura mais ofensiva dos visitantes. Mesmo sem mexer nas peças do time, o técnico Milton Mendes conseguiu fazer sua equipe agredir e equilibrar mais a partida, provando que o Tricolor poderia ter adotado essa estratégia já no começo do jogo.
Mas o Palmeiras não está disputando a liderança do Brasileirão por acaso. Mesmo encarando mais dificuldades no gramado, conseguiu chegar ao terceiro gol, com Dudu. Ainda sofreu com a pressão coral nos minutos finais da partida, mas aí entrou o goleiro Fernando Prass, que salvou o clube paulista em duas oportunidades. Pior para os tricolores, que saíram com a derrota.

FICHA DO JOGO

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Tchê Tchê, Moisés (Thiago Santos) e Cleiton Xavier (Cristaldo); Roger Guedes, Gabriel Jesus e Dudu (Fabrício). Técnico: Cuca.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Mário Sérgio), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, João Paulo (Wallyson) e Lelê (Daniel Costa); Arthur, Grafite e Keno. Técnico: Milton Mendes.

Local: Allianz Parques, em São Paulo (SP). Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO). Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO). Gols: Dudu (P) aos 28 e Jean (P) aos 47 minutos do primeiro tempo; Grafite (SC) aos 5 e Dudu (P) aos 19 do segundo. Amarelos: Roger Guedes (P), Néris (P) e João Paulo (SC). Vermelho: Uillian Correia (SC) – dois amarelos. Público: 34.162. Renda: R$ 2.167.071,76.

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 17/6/2016

Nenhum comentário: