segunda-feira, 13 de junho de 2016

"Lobo Mau" vai para o Arruda


O treinador Palmeira

“LOBO MAU” VAI PARA O ARRUDA

O Santa Cruz, trabalhando em silêncio, já contratou os serviços de Palmeira, ex-treinador do Sport, que ocupará as funções de gerente dos interesses profissionais do clube. A Gradim, foram prometidas todas as condições, dentro do aproveitamento da chamada prata da casa, para que o clube entre fervendo em 69. De início, o técnico pediu um goleiro e um atacante. Vitório, do Fluminense, e Mirobaldo, do Confiança, serão os primeiros a ser sondados por Palmeira. Um conselho de Gradim foi visto com bastante simpatia: “É preciso ver os dois lados dos jogadores: o técnico e o moral”.

O técnico Gradim estava jantando com dona Armênia, sua esposa, e ao mesmo tempo assistia sua novela preferida na TV, quando, de repente, Armando Coentro e Rodolfo Aguiar bateram à porta do seu apartamento. O convite foi rápido: - “Gradim precisamos de sua presença agora mesmo numa reunião informal”.
O trio entrou no automóvel e poucos minutos depois estava se juntando ao restante do grupo. O local foi a sala 601 do Edifício Almare-Anexo. A grande surpresa foi a presença de Palmeira, ex-técnico do Sport, que de imediato foi apresentado a Gradim. O “Lobo Mau” estava para ser contratado para o cargo de gerente dos interesses profissionais do Santa, e Gradim opinaria se havia alguma restrição. Não houve e depois seguiram-se várias perguntas ao treinador, entre elas o que ele desejava para o Santa ser campeão este ano.
O técnico tricolor foi bastante claro, de início, explicando que estaria de acordo com tudo, alertando no entanto, que no seu trabalho não admitiria interferência. Negib Correia Lima, à frente do grupo, onde também figuravam Mariano Carneiro da Cunha, Alfredo Ramos, Vanildo Coelho, Rodolfo Aguiar, Júlio Romangueira e Armando Coentro, fez ver a Gradim que a missão de Palmeira no clube era simplesmente administrativa e sua tarefa de contratação de jogadores não seria executada sem o seu conhecimento me parecer favorável.
A reunião estava prevista para as 15h30m de ontem e a presença de Gradim era solicitada através de um bilhete de Negib Correia Lima. Como o técnico estava com seu carro na oficina, somente às 19h foi que tomou conhecimento da mesma. Às 20h era iniciada a reunião informal,que se prolongou até às 21h.
Uma longa exposição foi feita, levando ao conhecimento do técnico das metas a serem cumpridas no ano de 69. As indagações partiam de ambos os lados, procurando esclarecer as necessidades para o clube voltar a conquistar a hegemonia do futebol pernambucano, proporcionando alegrias a sua enorme torcida.
- Gradim, você pode acumular as funções, tomando conta dos juvenis?
- Terei imenso prazer, continuando desta forma também, atendendo ao pedido do sr. Luiz Inácio.
Um psicólogo para o clube foi oferecido. De início, Gradim foi contrário, mas, cientificado de que se tratava de um médico tricolor – Marcos Valença, não fez mais objeção. Um preparador físico também foi ofertado, mas aí houve mesmo reação do técnico, que prefere trabalhar sozinho, ocupando todo o seu tempo disponível, tendo apenas a ajuda de Amauri Santos.
Para reforçar a equipe, atendendo às solicitações, o técnico indicou o nome do goleiro Vitório, do Fluminense carioca, e Mirobaldo, atacante do Confiança. Palmeira dentro das normas que ficaram praticamente delineadas, deverá seguir dentro de alguns dias com destino a Sergipe, indo depois para a Bahia e São Paulo.
Gradim, ainda na ocasião, fez ver a necessidade de contratar homens de meio-de-campo, explicando porém que seu ideal era formá-lo com Noberto e Salim, caso haja disponibilidade de outras peças para o ataque. Os dirigentes prometeram completa reformulação do Departamento Médico do clube, fazendo ver, com euforismo, a necessidade de partir-se cedo para dar todas as condições de sair da fase triste de insucessos que caminha célere para os dez anos.
Armando Coentro informou que já estão assegurados até agora os 110 conselheiros, todos selecionados, em busca de “formar uma verdadeira máquina administrativa, sempre unida e procurando colocar o clube no verdadeiro lugar”. Para sexta-feira, está anunciada uma reunião extraordinária na sede do clube, quando será efetuada uma radical transformação nos estatutos do Santa Cruz.
Gradim e Palmeira foram apresentados e cada qual ficou ciente das suas funções, sem interferências. Armando Coentro, Negib Correia Lima, Rodolfo Aguiar e Alfredo Ramos são vistos entre outros, na reunião em que ficou delineada a arrancada do Santa em busca do título 69. Reforços e condições outras serão colocadas à disposição de Gradim.

Fonte: Diario da Noite, Recife, 09/01/1969

Nenhum comentário: