quinta-feira, 16 de junho de 2016

Jornada 1969 já começou no Arruda


JORNADA 1969 JÁ COMEÇOU NO ARRUDA

Os profissionais do Santa Cruz reiniciaram os treinamentos, após o período de férias, com um rápido bate-bola, esta manhã no Arruda. O técnico Gradim fez rápida preleção aos atletas, dando-lhes boas vindas e conclamando a todos para que este ano sejam renovados o espírito de união e força de vontade, demonstrados em 1968.
Dona Armênia, esposa do técnico, por outro lado, seguiu esta manhã para a Guanabara, de retorno da rápida visita à nossa capital. Gradim enviou, por intermédio da mesma, instruções para que seu filho entre em entendimentos com o Fluminense, procurando saber as possibilidades da vinda do goleiro Vitório para o Santa Cruz.
Gradim estabeleceu seu plano de trabalho para o presente ano, ficando com o dia totalmente tomado. Pela manhã estará cuidando dos profissionais e aspirantes, enquanto que à tarde será dedicada à preparação dos juvenis. Sem se descuidar do quadro principal, o técnico está incumbido de dedicar uma atenção especial aos juvenis, para que deles continuem a surgir os craques indispensáveis ao sustentáculo do clube.
Dentro dos seus planos, pretende também solicitar da diretoria eleita uma melhor atenção à torcida do tricolor. O técnico ficou entusiasmado com o euforismo da massa que invadiu o Estádio da Ilha do Retiro por ocasião de uma vitória do Santa, parecendo mais a comemoração do título.
- Debaixo de um temporal a torcida esteve sempre ao nosso lado e depois de invadir o gramado, no final do jogo, tive uma pequena amostra do que acontecerá se o Santa Cruz chegar à conquista do campeonato. Acredito que com a diretoria sempre ao lado da torcida, explicando e mostrando o que está sendo feito, maior ainda será o apoio da mesma.
Frisa ainda que os torcedores corais, logo no início do seu trabalho, no ano passado, andaram exigindo a substituição desse ou daquele jogador, sem serem atendidos. Aos poucos – continua – foram compreendendo as reais condições do clube e eu passei a ser cumprimentado por todos, tornando-se comum ouvir: “Seu Gradim, nós estamos gostando do seu trabalho. Assim é que se faz”. Com motivações mais ativas o Santa Cruz vai ter em suas mãos o maior poder; representado na força total da sua torcida.
O técnico irá, gradativamente, intensificando a duração dos treinamentos da equipe, tendo em vista a aproximação do Torneio Início e, consequentemente o início do campeonato. É favorável, se possível, à realização de um amistoso antes do dia vinte e seis, para testar melhor as condições dos seus atletas.

Fonte: Diario da Noite, Recife, 09/01/1969

Nenhum comentário: