quinta-feira, 26 de maio de 2016

A mudança


A MUDANÇA

Paulo Henrique Tavares

Após a goleada diante do Cruzeiro, um a um, os atletas do Santa Cruz deixaram evidente que o futebol apresentado pela equipe no primeiro tempo do jogo deixou a desejar. De fato, a posse de bola da equipe mineira chegou a beirar os 60%, além das chances criadas diante da meta de Tiago Cardoso. Apesar do mau desempenho, os tricolores desceram para os vestiários com a vantagem de 1x0. Mas a promessa para o segundo tempo foi de maior entrega.
“A gente desceu para os vestiários conscientes de que não tínhamos feito um bom primeiro tempo. Conversamos durante o intervalo, e acertamos que a postura tinha de ser outra. Conseguimos transferir esse pensamento para o jogo”, disse o lateral-esquerdo Tiago Costa. “Depois de levar o gol (de empate) mantivemos o equilíbrio, mostramos força e mudamos o placar. Agora precisamos descansar, porque iremos ter uma viagem longa e um jogo difícil em Chapecó”, completou.
Um dos responsáveis pelos gols que construíram a goleada em cima do Cruzeiro foi o atacante Arthur. O jogador também enalteceu em sua análise pós-jogo a mudança de postura da equipe para o segundo tempo. “Saio de campo feliz pelo gol e pelo resultado. A entrega de todos tem de ser levada em consideração. No primeiro tempo, não fomos bem. Mas no segundo tempo conseguimos voltar mais aceso e mais ligados para conseguir a vitória”, afirmou.
Quem voltou a figurar na equipe titular do Santa Cruz foi o meia João Paulo. O atleta estava há cinco jogos ausente, se recuperando de lesão. “No primeiro tempo demoramos um pouco para acertar a marcação. Eles estavam vindo com muita superioridade de trás. Depois que acertamos, pudemos chegar mais fortes. Nosso contra-ataque é bom e conseguimos matar o jogo”, finalizou.

Fonte: Folha de Pernambuco, Recife, 25/5/2016

Nenhum comentário: