quinta-feira, 17 de março de 2016

Rio Branco 0 x 1 Santa Cruz


Fotografia de André Nery

RIO BRANCO 0 x 1 SANTA CRUZ

Wladmir Paulino

O Santa Cruz tropeçou nos próprios pés no primeiro tempo. Embora fora de casa, o time do Arruda teve mais posse de bola e criaram uma quantidade maior de oportunidades de gol. Duas delas foram cara a cara, ambas com o atacante Bruno Moraes. Nas duas ele parou no goleiro Walter, a primeira aos 27 minutos e a segunda aos 39. O Rio Branco limitou-se a fazer o papel que normalmente é do visitante: encolheu-se em seu campo e tentou os contra-ataques.
Num deles, Felipe Capixaba completou cruzamento Ratinho e a bola passou raspando a trave de Tiago Cardoso. Os melhores momentos do time pernambucano no jogo foram os 15 minutos finais quando o Rio Branco abriu mão completamente do jogo e ficou apenas se defendendo. O goleiro Tiago Cardoso não precisou fazer nenhuma defesa difícil.
Na volta para o segundo tempo o time da casa veio sem seu jogador mais perigoso. Felipe Capixaba sentiu uma contusão e Willy voltou em seu lugar. E o novato poderia ter complicado para os corais se aproveitasse uma falha de Néris. O Santa respondeu aos oito minutos mais uma vez com Bruno Moraes. E a história se repetiu: Walter impediu mais um gol.
Poderia ser um prenúncio de algo bom na segunda etapa. Mas os erros de passe e, principalmente de finalização transbordaram da equipe tricolor. O Rio Branco, que praticamente viu os corais jogarem, quase faz o gol do castigo aos 46. Emerson arriscou de fora da área e Tiago Cardoso precisou trabalhar. E fez uma grande defesa. Aos 49 minutos, Bruno Moraes foi premiado pela insistência. Após chute de Raniel, Bruno Moraes aproveitou a sobra para fazer o gol.

FICHA DO JOGO

RIO BRANCO: Walter; Ivan, Marco Antônio, Santiago e Ratinho; Léo Oliveira, Ramon, Bruninho (Leon) (Emerson) e Cleiton; Felipe Capixaba (Willy) e Rodriguinho. Técnico: Duílio Dias.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Everton Sena, Danny Morais, Néris e Tiago Costa; Wellington Cézar, Dedé (Renatinho), João Paulo e Daniel Costa (Leandrinho); Arthur (Raniel) e Bruno Moraes. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio Kléber Andrade (Cariacica-ES). Árbitro: Leandro Ferreira (RJ). Assistentes: Carlos Henrique Alves e Thiago Correa (ambos do RJ). Gol: Bruno Moraes, aos 49 do segundo tempo. Cartões amarelos: Santiago, Cleiton e Wellington Cézar.

Fonte: Blog do Torcedor, Recife, 16/03/2016

Nenhum comentário: