sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Santa Cruz 1 x 1 Salgueiro


Fotografia de Anderson Stevens

SANTA CRUZ 1 x 1 SALGUEIRO

William Tavares

Até metade do segundo tempo, o Santa Cruz esteve próximo de repetir o início apático do ano passado no Campeonato Pernambucano. Uma segunda derrota, desta vez no Arruda, colocaria ainda mais pressão no técnico Marcelo Martelotte. Mas tudo isso ficou na suposição. Com um gol de Grafite, o Tricolor não saiu derrotado em casa. Mas o empate em 1×1 com o Salgueiro, pela segunda rodada do Hexagonal do Título, mostrou que ainda há muito a se melhorar no time.
O torcedor ainda se ajeitava nas arquibancadas do Arruda quando o Salgueiro, em seu primeiro ataque, abriu o placar. Aos dois minutos, a zaga do Santa Cruz cortou mal um escanteio. Cássio Ortega dominou e chutou rasteiro para fazer 1×0 para o Carcará.
O lado direito da defesa do Santa era uma avenida. Por duas vezes o Salgueiro passou como quis por trás de Vítor. Jefferson Berger e Piauí, respectivamente, desperdiçaram oportunidades frente a frente com Tiago Cardoso.
O Santa Cruz apresentou os mesmos erros do jogo passado, contra o Náutico. Daniel Costa era a figura mais apagada em campo. Apesar de displicente em alguns lances, Raniel era o mais criativo no meio campo. Entre vaias e aplausos, os jogadores do Santa deixaram o gramado na primeira etapa.
O Tricolor voltou do intervalo com duas modificações: saíram Daniel Costa e Lelê para as entradas de Dedé e Wallyson. E no primeiro minuto em campo, o atacante perdeu um gol feito, embaixo das traves.
A mudança do 4-3-2-1 para o tradicional 4-4-2 trouxe organização ao Santa, liberando João Paulo para armar ao lado de Raniel. Aos 24, Wellington Cézar deu um passe primoroso para Grafite, que tocou por cima do goleiro para empatar o jogo. O Tricolor ainda pressionou até os últimos minutos, mas não conseguiu vencer a primeira no Estadual.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor, Danny Morais, Alemão e Allan Vieira; Wellington Cézar, João Paulo, Daniel Costa (Dedé), Lelê (Wallyson) e Raniel (Arthur); Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

SALGUEIRO: Mondragón; Marcos Tamandaré, Maurício (Luiz Eduardo), Rogério Paraíba e Daniel; Rodolfo Potiguar (Nilson), Moreilândia, Jaildo (Anderson Lessa), Cássio Ortega; Jefferson Berger e Piauí. Técnico: Sérgio China.

Local: Arruda (Recife/PE). Árbitro: Luiz Cláudio Sobral. Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Charles Rosas Pires. Gols: Cássio Ortega (2 do 1ºT) e Grafite (aos 23 do 2ºT). Cartões amarelos: Lelê (Santa); Maurício, Rogério, Jefferson e Nilson (Salgueiro). Público: 6.909 torcedores. Renda: R$ 67.560,00.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 04/02/2016

Nenhum comentário: