segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Santa Cruz 0 x 1 Bahia


SANTA CRUZ 0 x 1 BAHIA

Clauber Santana

O início de temporada para o Santa Cruz tem sido ruim. Além dos resultados ruins, o futebol apresentado também não é dos melhores. Na estreia da Copa do Nordeste, contra o Bahia, no Arruda, esperava-se um desempenho diferente do Campeonato Pernambucano. Mas, apesar de mostrar uma certa evolução, o Tricolor pernambucano segue tropeçando em 2016. Neste domingo (14), embora tenha lutado muito, perdeu por 1×0 e largou atrás no Grupo C da competição regional. O gol dos baianos foi marcado Juninho, na etapa inicial, num bonito chute de fora da área. Após a derrota, a Cobra Coral vai buscar a recuperação na próxima quarta-feira, diante do Confiança, no Batistão, em Aracaju, às 21h30. Enquanto o Bahia recebe o Juazeirense, na Arena Fonte Nova.
Não adiantou o Santa Cruz ter mais posse de bola e criar inúmeras chances no primeiro tempo. Quem desceu para os vestiários na vantagem foi o Bahia. Em uma das poucas vezes que chegou ao ataque, abriu o placar. Aos 20, Juninho avançou com liberdade e arrematou de fora da área. Tiago Cardoso ainda se jogou no canto direito, mas não evitou o gol dos visitantes. O Tricolor pernambucano buscou o empate de todas as formas. No entanto, parou sempre no goleiro Marcelo Lomba, o destaque com pelo menos três grandes defesas. Para complicar mais a situação coral, Grafite, que estava bem em campo, sofreu um corte no supercílio e foi substituído por Bruno Moraes. Só não ficou pior para os donos da casa porque Hernane Brocador saiu na cara de Tiago Cardoso, porém, chutou para fora.
A Cobra Coral precisava pressionar o adversário no segundo tempo para igualar o marcador. Contudo, em nenhum momento chegou a sufocar o Bahia. Foi mais constante no ataque, é bem verdade, mas de forma pouco organizada. O Santa Cruz chegou a balançar as redes, porém, o bandeirinha marcou impedimento. Wallyson cobrou a falta, Alemão, em posição irregular, desviou para o gol, que foi anulado. Marcelo Martelotte acionou os jogadores mais ofensivos que estavam no banco de reservas: Raniel, Keno e Bruno Moraes. Mas não houve jeito de conseguir o empate. No último lance do confronto, João Paulo cobrou escanteio e Alemão subiu mais do que a defesa para cabecear. A bola tocou na trave esquerda e foi para fora. Encerrando de vez as chances de qualquer alteração no placar.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar, Dedé (Raniel) e João Paulo; Lelê (Keno), Wallyson e Grafite (Bruno Moraes). Técnico: Marcelo Martelotte.

BAHIA: Marcelo Lomba; Hayner, Éder, Gustavo (Robson) e João Paulo (Yuri); Feijão, Danilo Pires e Juninho; Luisinho, Hernane Brocador e Edigar Júnio (Zé Roberto). Técnico: Doriva.

Local: Arruda (Recife/PE). Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL). Assistentes: Esdras Mariano de Lima (AL) Albuquerque e Maxwell Rocha da Silva (AL). Gol: Juninho (aos 20 do 1ºT).
Cartões amarelos: Wellington Cézar e Vitor (Santa Cruz); Gustavo, Zé Roberto, João Paulo, Hayner e Hernane Brocador (Bahia). Público: 10.492. Renda: R$ 180.225,00.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 14/02/2016

Nenhum comentário: