domingo, 7 de fevereiro de 2016

Raniel: "Vou me firmar este ano!"


RANIEL: "VOU ME FIRMAR ESTE ANO!"

Pedro Galindo

"Tive problemas, mas já é passado". Com o semblante sereno de quem tenta mostrar que está em pleno processo de amadurecimento, Raniel mira o futuro com a certeza de que as dificuldades extra-campo ficaram para trás. Principal joia do elenco do Santa Cruz, o jovem de 19 anos fez, contra o Salgueiro, uma partida daquelas que dá razão a todos aqueles que creem no seu potencial. Com arrancadas letais e dribles humilhantes sobre os adversários, ele se credenciou ainda mais a uma vaga no time titular tricolor - objetivo que, ele garante, vai alcançar nesta temporada, para apagar o 2015 que o deixou marcado como garoto problemático.
"Estava esperando essa oportunidade faz tempo. Agora, quero tocar minha vida para frente, jogar e, se Deus quiser, vou me firmar este ano", disse o meia, em coletiva após o empate contra o Carcará. Pouco depois, foi o técnico Marcelo Martelotte que veio elogiar a atuação de seu pupilo. "Ele jogou muito bem hoje, gostei da atuação dele - dentro da característica dele, o que é mais importante. É um jogador jovem e tem muito a evoluir", afirmou o comandante, antes de enfatizar. "Muito. Hoje, por exemplo, fez um grande jogo, partindo para cima, decidindo as jogadas, usando sua característica de arrancada", avaliou.
Mas definir a real posição de Raniel não é tão fácil quanto parece. Foi o que revelou o próprio treinador coral, que disse enxergar o jogador mais como um atacante. "Ele ainda tem uma dificuldade no passe. A gente vê a diferença, por exemplo, do passe de Wallyson, que é um jogador que tem mais essa qualidade do que ele. É aquela bola que sai um pouco mais forte, porque a característica dele é mais a jogada individual do que passar a bola. Até entendo, é jovem ainda, existe toda uma evolução pela frente mas, nesse momento, ele é mais atacante do que meia", cravou.
Martelotte desenvolveu o raciocínio. "Um meia precisa saber passar a bola, colocar os companheiros na cara do gol e não é essa a característica dele", definiu. Ainda assim, ele voltou a ressaltar o bom desempenho de Raniel na partida contra o Salgueiro, apesar do resultado de empate que não deixou a torcida satisfeita. "Dentro da característica dele, ele fez uma boa partida, muito melhor do que a da segunda-feira (a derrota para o Náutico), e foi importante essa evolução dele do jogo passado para esse", encerrou.

Fonte: Diario de PE, Recife, 05/02/2016

Nenhum comentário: