segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Central 0 x 1 Santa Cruz


Fotografia de Marlon Costa

CENTRAL 0 x 1 SANTA CRUZ

Irce Falcão
Não teve futebol de gala. Mas a vitória por 1×0 em cima do Central, na tarde/noite deste domingo, em Caruaru, garantiu dias de mais tranquilidade para o Santa Cruz, que entrou no G4 do Estadual. O Tricolor venceu com gol de Keno, aos 20 minutos do segundo tempo, e foi aos sete pontos, assumindo o quarto lugar na tabela do hexagonal do título do Estadual. Fechar esta rodada na zona de classificação, entretanto, depende do duelo entre América x Salgueiro, que acontece nesta segunda-feira. Em caso de triunfo alviverde, o Santa voltará para a quinta posição. O Central, por sua vez, amargou o quinto revés consecutivo e segue na lanterna, sem nenhum ponto somado.
Cheio de desfalques e precisando da vitória a qualquer custo, o time de Marcelo Martelotte foi até Caruaru enfrentar um Central que também não vive bom momento. Os donos da casa chegaram a ameaçar uma greve e nem entrar em campo devido ao atraso no pagamento da gratificação pela classificação do time ao hexagonal do título. Mas a Patativa não só foi para o jogo, como deu trabalho para o Tricolor.
Assim como em partidas anteriores, o time alvinegro não fez uma apresentação ruim, mas também não conseguiu converter as chances criadas em gols, repetindo os problemas já conhecidos de finalização. No início do primeiro tempo, inclusive, as melhores jogadas foram dos donos da casa, explorando a lateral esquerda do campo. A primeira chance do Santa só apareceu aos dez minutos, quando Grafite recebeu cruzamento de Allan Vieira e chutou rasteiro para a defesa de Juninho. No rebote, Marcílio mandou por cima da meta. A partida seguiu franca, com oportunidades similares para ambos os times.
Na volta do intervalo, jogando com mais consciência e bola no chão, o Central novamente foi dono dos minutos iniciais. O cenário mudou quando, aos nove minutos, Martelotte apostou na entrada de Raniel na vaga do estreante Leandrinho. A mexida deu mais volume de jogo ao Tricolor e, aos 20 minutos, veio o resultado. Grafite recebeu de Lelê, fintou na pequena área e finalizou de pé esquerdo. Juninho espalmou e, no rebote, Keno só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes.
O Central tentou responder em bons lances de Araújo e Índio, que chegou a marcar, mas em impedimento. Na busca pelo segundo gol para garantir o marcador, o Santa ainda criou boas oportunidades com Grafite e Allan Vieira, mas o placar terminou em 1×0.

FICHA DO JOGO

CENTRAL: Juninho; Gustavo Henrique, Vinícius Santos, Henrique e Éverton; Charles Wagner, Moisés, Daniel Paraíba (Índio) e Giso (Walasson); Araújo (Jefinho) e Candinho. Técnico: Flávio Barros.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Lucas Ramon (Everton Sena), Alemão, Leonardo e Allan Vieira; Lucas Gomes, Marcílio, Keno, Leandrinho (Raniel) e Lelê; Grafite (Bruno Moraes). Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Lacerdão (Caruaru/PE). Árbitro: Emerson Luiz Sobral. Assistentes: Fernanda Colombo Uliana e Cleberson Nascimento Leite. Gol: Keno (aos 20′ do 2ºT). Cartões amarelos: Moisés, Daniel Paraíba, Henrique (Central); Grafite, Alemão e Marcílio (Santa Cruz). Cartão vermelho: Henrique (Central). Público: 2.177. Renda: R$ 47.020.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de Pernambuco, Recife, 28/02/2016

Nenhum comentário: