domingo, 17 de janeiro de 2016

Grafite e o Flamengo carioca


GRAFITE E O FLAMENGO CARIOCA

Thaís Lima

Quase quinze anos se passaram desde que Grafite vestiu a camisa do Santa Cruz diante do Flamengo pela última vez. O camisa 23 tricolor lembra bem do domingo chuvoso, no ano de 2011, em que, o time carioca foi derrotado de virada por 2 a 1, no Arruda. Na ocasião, o atacante quase deixou a sua marca com uma cabeçada, mas a bola ficou na trave. Para a partida do dia 24, o amistoso na casa coral, o atleta espera um grande jogo, “apesar de ser às 11h da manhã”.
“É sempre um prazer jogar com jogadores do nível dele (de Guerreiro) e de outros jogadores do Flamengo. Acho que a Série A proporciona isso. Você poder jogar ao lado de atletas de qualidade e de grandes clubes . Vou rever o Muricy Ramalho que foi um cara que me ajudou muito no começo da carreira, principalmente aqui no Santa Cruz. Vai ser um grande jogo. Bom para assistir, bom para jogar, apesar de ser às 11h da manhã”, afirmou o camisa 23.
Após quase uma semana em Chã Grande, Grafite afirma que está evoluindo com os treinamentos da pré-temporada. O foco agora, segundo o atacante, é aproveitar ao máximo este período de treinamentos para jogar em alto nível e aguentar toda a temporada que começa no próximo dia 30, contra o Náutico, pelo Campeonato Pernambucano.
“Estou evoluindo bem, me soltando mais a cada treino. A carga de trabalho está forte desde a semana passada e vai ser bom para mim até porque desde o ano passado que eu não faço uma pré-temporada boa como essa. Vai ser importante para eu me recondicionar, jogar em alto nível, até melhor do que joguei no ano passado. O pessoal da comissão não dá trégua, vai ser bom para começarmos bem a temporada, se preparar bem, preparar a musculatura para aguentar a temporada toda, porque ela vai ser longa”, concluiu o jogador.

Fonte: Diario de PE, Recife, 16/01/2016

Nenhum comentário: