sábado, 23 de janeiro de 2016

Assalto no Arruda


ASSALTO NO ARRUDA

Os funcionários das bilheterias do Arruda viveram momentos de tensão, às vésperas da partida entre Santa Cruz e Flamengo, válida pela segunda edição da Taça Chico Science. Dois homens armados invadiram o Arruda, no setor destinado à venda de ingressos para sócios do clube, e roubaram uma quantia em dinheiro, além de uma parte dos bilhetes referentes ao jogo que acontece neste domingo, às 11h, no Arruda.
O assalto ocorreu no final da manhã desta sexta (22). Os bandidos entraram pelo portão principal da sede do Santa, que é aberto ao público, e foram até a sala de adesão de novos sócios. Eles disseram que estavam interessados em se associar ao Tricolor. Um dos homens ficou na porta, enquanto o outro foi até as bilheterias do clube. Segundo informações apuradas pela reportagem, eles levaram R$ 3.800 em espécie. Na saída, ainda pegaram 350 bilhetes do jogo amistoso, cada um no valor de R$ 20. Somando a quantia extraviada das bilheterias e o dinheiro que poderia ser adquirido com a venda dos tickets, o prejuízo coral ultrapassaria os R$ 10 mil.
O Santa Cruz dispõe de um circuito interno de câmeras no local e já recolheu as imagens do assalto. De acordo com a diretoria de segurança patrimonial, o clube já prestou queixa na delegacia de Água Fria e liberou o vídeo da ação para os policiais, auxiliando na tentativa de identificar os criminosos. As câmeras do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods), que ficam nas redondezas do Arruda, também serão utilizadas no caso. O clube informou que não repassará ao público o valor roubado e o número de ingressos levados pelos assaltantes.
No ano passado, o Santa Cruz passou por uma situação parecida. As bilheterias do Arruda foram invadidas às vésperas do Clássico das Multidões, contra o Sport, pela estreia do Campeonato Pernambucano. No entanto, o clube não teve prejuízos porque os guichês assaltados eram de uma empresa terceirizada que prestava serviços ao Tricolor (BWA). Além disso, momentos antes da entrada dos ladrões, a companhia fizera o recolhimento do valor apurado do dia. O prejuízo não ocasião foi de apenas R$ 200, além de pertences roubados dos funcionários da bilheteria. Em 2006, outro caso: ladrões invadiram o vestiário do Arruda e levaram alguns objetos dos jogadores do Santa, como chuteiras, calções e camisetas, além de picharem o local.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 22/01/2016

Nenhum comentário: