domingo, 27 de dezembro de 2015

Convocando a torcida


CONVOCANDO A TORCIDA

Felipe Amorim

Com uma base do time já pronta para iniciar a próxima temporada, o Santa Cruz continua sua busca no mercado para deixar o elenco mais competitivo num ano que marcará o retorno à Série A. Para isso, no entanto, será preciso reforçar o caixa do clube, com patrocinadores e aumento da cota de televisionamento. Só que há um outro elemento fundamental para o sucesso em 2016. Para o vice-presidente Constantino Júnior, agora é o momento certo da torcida chegar junto e provar mais uma vez a sua paixão pelo Tricolor.
“Vamos entrar em uma competição onde o Internacional tem mais de 140 mil sócios, o Palmeiras tem 130 mil sócios. A gente arrecada muito pouco, isso sem falar da situação que a sua cota de tv é menor. Não estamos chorando ou afirmando que isso é fato limitador nosso, mas essa diferença (de realidade) temos que tirar com o tamanho da nossa torcida”, disse Constantino, em entrevista à Rádio Jornal.
Para o dirigente tricolor, o clube tem a necessidade de aumentar a arrecadação, mas como? Em agosto, quando o atacante Grafite fez a sua reestreia pelo Santa Cruz, o clube havia alcançado a marca de 10 mil sócios em dia, mas desde então não se houve mais falar de campanha de marketing para aumentar esse número. “Precisamos de mais sócios, de mais apostas no Timemania, ou seja, esperamos que a parte do torcedor seja feita, que ele vá ao estádio, independente da fase do clube, e pague sua mensalidade de sócio para Série A”, explicou Constantino, para emendar logo em seguida: “O Atlético Paranaense arrecada mensalmente R$ 3 milhões por mês com seus sócios. Lógico que o Santa Cruz também precisa fazer a sua parte, mas, para isso, temos que ter o respaldo do torcedor para nos ajudar a montar um time forte e competitivo para 2016”, encerrou.

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 25/12/2015

Nenhum comentário: