terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Contratar, emprestar, dispensar...


CONTRATAR, EMPRESTAR, DISPENSAR...

William Tavares

Contratar, emprestar, dispensar…esses serão os verbos da moda daqui até o final do ano no futebol brasileiro. Período em que o telefone dos dirigentes de clubes e dos empresários de atletas não terá sossego. Férias para os jogadores, mas serviço redobrado para aqueles que trabalham fora das quatro linhas. No Santa Cruz, a meta é tentar manter a base que garantiu o acesso à Série A em 2015 e fazer “contratações pontuais”, afirmam os dirigentes. É hora de planejar a temporada 2016.
Para começar, o Santa já inicia o mês de dezembro com apenas dois atletas do time titular garantidos para a temporada seguinte, o atacante Grafite e o volante Wellington Cézar. O camisa 23 tem contrato até julho do próximo e o marcador de 21 anos tem vínculo até o fim de 2017. Os demais já encerraram contrato após o término da Série B do Campeonato Brasileiro. Dos reservas, apenas o lateral-direito João Carlos e os jogadores da base possuem contrato, entre eles Raniel e Renatinho.
Antes de tratar da renovação dos jogadores, porém, o Tricolor espera definir o mais rápido possível a permanência do técnico Marcelo Martelotte. “O clube vai conversar com o meu empresário (Joca Sloccowick) para tratar sobre a minha continuidade. Não recebi propostas de nenhum time nesse final de Série B. No máximo houve uma sondagem do Goiás, mas no meio do campeonato”, afirmou o treinador. “O Santa terá um 2016 bem diferente do que foi o 2015, com mais competições e disputando a Série A. Preciso ver o planejamento do clube para decidir algo”, completou.
Além de manter o mesmo comandante que recolocou o clube na elite do futebol brasileiro após quase uma década, o Santa luta para segurar a base titular do time. Os dirigentes preferem não traçar prioridades, mas sabe-se que nomes como Tiago Cardoso e João Paulo estão entre os que receberão mais atenção por parte do clube. O primeiro está no Tricolor desde o calvário da Série D, em 2011, tendo sido fundamental nos três acessos da Cobra Coral, além de ter no currículo quatro títulos estaduais e um da Série C. Esse ano, o goleiro só voltou aos gramados na metade do primeiro turno da Segundona, após se recuperar de uma lesão no joelho direito.
No caso de João Paulo, o Santa por pouco não perdeu o camisa 10 no final de outubro, quando o vínculo de empréstimo do jogador com o clube expirou. Foi preciso convencer o Internacional, dono dos direitos federativos do atleta, a renovar com o meia para que, assim, os pernambucanos conseguissem um aditivo no contrato, fazendo com que João Paulo disputasse a reta final da competição.

RETORNO

Com o final da Série B, o zagueiro Everton Sena retornará ao Santa Cruz. O jogador estava emprestado ao Boa Esporte e atuou em 23 jogos pelo clube mineiro. Sena é formado nas categorias de base do Santa e conquistou três títulos estaduais (2011, 2012 e 2013), além da Série C 2013.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 01/12/2015

Nenhum comentário: