quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Santa Cruz 3 x 1 Oeste


SANTA CRUZ 3 x 1 OESTE

Vitória em casa, permanência no G4 e acesso mais próximo do que nunca. O Santa Cruz deu mais um passo importante para deixar a Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar do nervosismo inicial, o Tricolor aproveitou as chances criadas e derrotou o Oeste por 3×1, no Arruda. Com o resultado, a equipe manteve-se na quarta posição, com 58 pontos e encara na próxima rodada o líder Botafogo, no Engenhão.
Grafite fora. Essa foi a notícia que pegou de surpresa os tricolores minutos antes do apito inicial. Por conta de um desgaste muscular, o atleta foi vetado do confronto e Bruno Moraes iniciou entre os titulares. No meio, outra novidade: Vinicius Reche foi quem substituiu o suspenso João Paulo. Bileu foi deslocado para a lateral direita e Daniel Costa compôs o meio-campo ao lado de Wellington, Lelê e Reche.
Quem não soubesse das situações de Santa Cruz e Oeste na tabela de classificação da Série B poderia achar que era o time paulista que brigava pelo acesso. Mostrando não sentir a pressão das arquibancadas, a equipe de Itápolis começou pressionando nos primeiros minutos. Aos 17, o primeiro susto do jogo. Daniel Gigante cabeceou perigosamente, quase abrindo o placar.
Cinco minutos depois, falta na entrada da área para o Santa. E quando Daniel Costa partiu para cobrança, não teve nervosismo ou afobamento que atrapalhasse o meia. Chute colocado, que não chegou a balançar as redes. Mas bola quicou no travessão e ultrapassou a linha. Era o que importava. Santa 1×0 no Oeste. Aos 44, o time ampliou o marcador. Danny Morais aproveitou falta cobrada na área, dominou bonito e chutou forte no canto de Leandro, cravando ainda mais forte o nome do Santa no G4 da Segundona.
Mais recuado na etapa final, o Santa passou por alguns sustos, como num chute colocado de Renan espalmado por Tiago Cardoso. Para fechar mais o meio-campo, Martelotte sacou Reche e colocou Bruninho. Embora em ritmo mais lento, o Santa ainda marcou mais um. Arrancada de Allan Vieira e cruzamento na medida para Luisinho deixar sua marca. Próximo do fim, Rafael Martins fez o tento de honra para os visitantes. No final do jogo, os jogadores do Oeste ainda partiram para cima de Lelê por conta de um lance em que o meia teria provocado os paulistas.

FICHA DO JOGO


SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Bileu, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar (Moradei), Daniel Costa (Renatinho), Lelê e Vinícius Reche (Bruninho); Luisinho e Bruno Moraes. Técnico: Marcelo Martelotte.

OESTE: Leandro Santos; Guilherme, Daniel Gigante, Junior Lopes e Fernandinho; Betinho, Renan Mota (Rafael Martins) e Mazinho; Patrick Silva (Wangler), Wagninho e Rodriguinho (Cristiano). Técnico: Renan Freitas.

Local: Arruda (Recife/PE). Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ). Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ). Gols: Daniel Costa (aos 22 do 1ºT), Danny Morais (aos 44 do 1ºT), Luisinho (aos 29 do 2ºT) e Rafael Martins (aos 42 do 2ºT). Cartões amarelos: Wagninho, Fernandinho, Guilherme (O); Bruno Moraes, Bruninho, Lelê (S). Cartão vermelho: Daniel Gigante (O). Público:26.600 torcedores. Renda: R$ 322.175,00.

Fonte: Folha de Pernambuco, Blog de Primeira, Recife, 10/11/2015

Nenhum comentário: