sábado, 17 de outubro de 2015

Jogo decisivo


JOGO DECISIVO

Fernando Barros e William Tavares

Melhor mandante x Pior visitante. Terceiro melhor ataque contra a sexta melhor defesa. Para um, o verbo do momento é “permanecer”. Para outro, “ascender” é a palavra-chave. O quarto e último Clássico das Emoções de 2015 é, de longe, o mais importante da temporada. Colocará frente a frente equipes que alternaram bons e maus momentos no ano. Quando um estava bem, o outro caminhava mal. Enquanto o Santa Cruz comemorava o título Estadual, o Náutico lamentava um primeiro semestre pífio no Campeonato Pernambucano e na Copa do Nordeste. Depois, foi a vez de o Timbu sorrir com o início arrasador na Segundona, enquanto o Mais Querido, na zona de rebaixamento, temia mais uma queda no currículo. Agora, é o Tricolor quem está mais próximo do acesso, vendo o rival reunir as forças finais para tentar a última arrancada rumo ao G4. Opostos que vão se atrair hoje, às 16h30, no Arruda.
No Arruda, um nome monopolizou o noticiário coral: Grafite. Com uma lesão na panturrilha esquerda, o atacante passou a semana inteira sem participar dos treinos. Mesmo assim, o Departamento Médico não vetou sua presença na partida. Ontem, o atleta subiu aos gramados, mas apenas para acompanhar um rachão com os demais jogadores do elenco.
“Preparamos a equipe para jogar sem Grafite, mas ele pode entrar caso se recupere até momentos antes do jogo”, afirmou o técnico. “Só vamos definir o time amanhã (hoje), uma hora antes da partida”. Ate lá, o mistério no ataque continua. Luisinho tem vaga assegurada e, se Grafite não tiver condições de jogo, Bruno Moraes começará entre os titulares.
Nas demais posições, poucas mudanças. Na zaga, Alemão volta a compor o sistema defensivo ao lado de Danny Morais. Sem contar com Daniel Costa, suspenso, Martelotte colocará Renatinho, ao lado de João Paulo e Lelê. Wellington Cézar continua como o primeiro homem de marcação. O Tricolor é o quarto colocado da Série B, com 48 pontos.
Se no Santa Cruz o único mistério gira em torno da presença de Grafite, no Náutico o quadro é diferente. Isso porque o técnico Gilmar dal Pozzo fez de tudo para esconder a escalação. O comandante alvirrubro fechou os últimos três treinos do Timbu. Além disso, não confirmou o time que vai mandar a campo. Mesmo assim, informações sobre a equipe que armou ao longo da semana vazaram. E, pelo que deu a entender, o treinador não deve mexer na formação que vem treinando desde o meio da semana,
Basicamente, há duas surpresas para o Clássico das Emoções: o volante Niel – que vai atuar na lateral-direita, e o atacante Jefferson Nem. Ambos são pratas da casa e tinham poucas oportunidades, mas ganharam moral com a chegada de dal Pozzo. “Jefferson (Nem) está treinando muito bem, pedindo passagem. E Niel eu comecei a prepará-lo como lateral-direito. Ele chega bem na linha de fundo, tem bom passe, ultrapassagem e tem uma condição física muito boa”, avaliou o treinador, a respeito dos garotos que vão tentar surpreender no Clássico das Emoções.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar, João Paulo, Renatinho e Lelê; Luisinho e Bruno Moraes (Grafite). Técnico: Marcelo Martelotte.

NÁUTICO: Júlio César; Niel, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón; João Ananias, Jackson Caucaia e Dakson; Hiltinho, Jefferson Nem e Bergson. Técnico: Gilmar dal Pozzo.

Local: Arruda (Recife/PE). Horário: 16h30. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Carlos Henrique Selbach (ambos do RS). Ingressos: R$ 50 (arquibancada inferior), R$ 25 (sócios) e R$ 30 (meia-entrada). Transmissão: Globo, Premiere FC, Rede TV.

Fonte: Folha de PE, Blog de Primeira, Recife, 17/10/2015

Nenhum comentário: