quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Grafite


GRAFITE

Edinaldo Batista Libânio, mais conhecido como Grafite (Campo Limpo Paulista, 2 de Abril de 1979), é um futebolista brasileiro que joga como atacante. Atualmente defende o Santa Cruz.
Iniciou sua carreira no Matonense, onde se destacou, em seguida foi para a Ferroviária, de São Paulo em 1999. Em 2001 teve passagens pelo Santa Cruz Futebol Clube, onde acabou ganhando maior fama no cenário nacional, tanto por seus gols, quando pelos gols perdidos. Em 2002 foi parar no Grêmio, onde chegou a ser titular.
Em 2003, foi contratado pelo Anyang Cheetahs, da Coreia do Sul. Voltou para o Brasil no segundo semestre de 2003, para jogar no Goiás, onde se destacou marcando muitos gols pelo clube no Campeonato Brasileiro daquele ano.
Em 2003, Grafite foi contratado pelo São Paulo, onde logo foi titular, jogando no ataque ao lado de Luis Fabiano. Após a saída de Lu[ís Fabiano para a Europa, Grafite se tornou o artilheiro do São Paulo na temporada, com vinte e seis gols.
Após as grandes partidas de Grafite pelo São Paulo, Carlos Alberto Parreira convocou o atacante para a Seleção Brasileira para um amistoso contra a Guatemala, que marcou a despedida de Romário da Seleção. Marcou ainda um gol nesse jogo.
Seu nome repercutiu na imprensa mundial no dia 13 de abril de 2005. Durante um jogo da Copa Libertadores, contra o Quilmes, da Argentina, em uma dividida, Grafite discutiu com o zagueiro do time adversário, Leandro Desábato, que o teria ofendido com expressões de cunho racista. Grafite foi expulso no lance junto com outro argentino. Desábato acabaria preso ao fim da partida.
Em junho do mesmo ano, quando Grafite estava próximo de ser convocado novamente para defender o Brasil, desta vez na Copa das Confederações, contundiu-se e, como conseqüência, foi operado. Voltou a jogar somente no final do ano, perdendo assim o restante da disputa da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro em 2005, mas ainda em tempo de ajudar o São Paulo a se consagrar campeão do Mundial de Clubes da FIFA jogando o segundo tempo da semifinal e da final.
Em 2006, totalmente curado da lesão, Grafite fez ainda mais algumas partidas pelo São Paulo, mas acabou sendo contratado pelo Le Mans, da França.
Após uma temporada defendendo o Le Mans, Grafite foi contratado pelo Wolfsburg, da Alemanha. Logo em sua primeira temporada pelo clube alemão, Grafite foi um dos destaques, ajudando a equipe a conquistar uma inédita vaga na Copa da UEFA de 2009.
Também em 2009, Grafite conquistou com o Wolfsburg, o inédito título do Campeonato Alemão, tendo ainda, terminado como artilheiro da competição com vinte e oito gols (igualando o recorde de Aílton, de estrangeiro com mais gols em uma única edição) e, juntamente com Džeko (vice-artilheiro do campeonato, com dois gols a menos), bateu o recorde de cinquenta e três gols marcados por Gerd Müller e Uli Hoeneß (atuando pelo Bayern München, na temporada 1972-73), marcando cinquenta e quatro.
Na temporada seguinte, apesar do início apagado na Bundesliga, Grafite foi o responsável pela primeira vitória dosWölfe na Liga dos Campeões da UEFA (é a primeira participação no clube no torneio). O triunfo aconteceu sobre o CSKA Moscou, da Rússia, tendo marcado na vitória por 3 a 1.
Mesmo não tendo uma brilhante temporada como a última, recebeu uma oportunidade no início de 2010 na Seleção Brasileira, no amistoso contra a Irlanda, após lesão de Luís Fabiano. Tendo disputando apenas vinte e sete minutos, dando uma assistência para o segundo gol, foi, surpreendentemente, convocado para disputar a Copa do Mundo de 2010.
Em 2015, acertou com o Al-Sadd por 6 meses e após o fim do contrato, outros clubes mostraram interesse em seu passe.
No meio do ano de 2015 o Santa Cruz faz uma proposta ao atacante e depois de algumas negociações, ele assina com o clube em 30 de junho. Contratado, pede para usar o número 23 o qual usa como marca própria. Marcou o seu primeiro gol na reestreia com a camisa tricolor, com o Estádio do Arruda lotado, na vitória por 1x0 do tricolor contra o Botafogo carioca.

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário: