quinta-feira, 30 de julho de 2015

Sem vaidades


LELÊ (fotografia de Bruno Campos / Folha PE)

SEM VAIDADES

No jogo contra o Criciúma, fora de casa, Lelê teve a companhia de Daniel Costa na armação. Depois, contra o Bahia, foi a vez de João Paulo dividir a responsabilidade de municiar o ataque. O meio-campo do Santa mudou. O que não se alterou foi a presença do meia entre os titulares. Mas essa vaidade de jogar sempre passa longe do Arruda.
“Todos respeitam a opção do Martelotte. Quando você tem um grupo forte, você entende que o professor vai colocar sempre quem estiver rendendo nos jogos. O segredo é esse: ele passa tranquilidade para todo o grupo e diz que não tem titular. Essa é a maneira que ele agrada e passa confiança a todos os jogadores”, afirmou Lelê.
Entre João Paulo e Daniel Costa, Lelê opta por ficar em cima de muro quando questionado sobre quem seria seu parceiro ideal. “Não vejo muita diferença nos dois. Já joguei com o Daniel e tive bom entrosamento. Com o João Paulo também. O Santa está bem servido no setor”, explicou.
Com passagem pelo Oeste, adversário da próxima rodada na Série B do Campeonato Brasileiro, o meia acredita que o Santa tem condições de sair com os três pontos de São Paulo.
“Tive uma passagem de dois anos e meio no Oeste. Tenho amigos lá e sei que a equipe deles é forte jogando em casa. Mas também estamos fortes para chegar no sábado e conseguir um resultado positivo”, concluiu.

Fonte: Folha de PE, Blog de Primeira, Recife, 29/7/2015

Nenhum comentário: