domingo, 26 de julho de 2015

Criciúma 0 x 0 Santa Cruz


CRICIÚMA 0 x 0 SANTA CRUZ

Criciúma e Santa Cruz vinha ambos em boa fase na Série B. O jogo deste sábado, portanto, poderia decidir quem continuava em momento positivo e, ainda, daria ao vencedor uma vantagem sobre o rival – já que Tigre e Cobra Coral estavam empatados na tabela. Poderia. Porque a igualdade de fora de campo se manteve dentro dele. Resultado? O 0 x 0 limitou o crescimento das duas equipes e não fez ninguém sair sorrindo do estádio Heriberto Hülse. Menos mal para o Tricolor, que atuou fora de casa e se manteve na frente dos catarinenses por ter melhor saldo de gols. Continua em nono, enquanto o time de Dejan Petkovic é o 10º da Série B.
No primeiro tempo, mesmo atuando fora de seus domínios, a equipe de Marcelo Martelotte foi melhor. Montado em duas linhas de quatro na defesa, conseguiu neutralizar o adversário e praticamente não sofreu riscos. E ainda assustou em contra-ataques, puxados principalmente por Lelê, pelo lado direito.
A Cobra Coral chegou a marcar um gol, aos 24, em cruzamento de Lelê que Anderson Aquino completou para as redes. O atacante tricolor, entretanto, estava um pouco adiantado. O bandeira viu e assinalou impedimento. Nove minutos mais tarde, o artilheiro do Santa teve outra chance, desta vez em posição, legal, mas cabeceou fraco.
Na volta para o segundo tempo, o Santa Cruz parecia que manteria o embalo. Criou a primeira chance, por exemplo, aos três minutos, em tiro de fora da área de Daniel Costa. A empolgação, porém, não durou muito. O Tigre se equilibrou em campo e começou a chegar com perigo.
O meia Natan ameaçou o ex-clube em duas situações. Na primeira, aos seis minutos, o jogador ficou de frente para Tiago Cardoso, mas demorou a chutar e permitiu que o zagueiro Danny Morais desse um carrinho e salvasse o Santa. Um minuto mais tarde, o mesmo jogador ficou novamente em condições de marcar, mas tentou driblar o goleiro tricolor, adiantou demais e se jogou. Não apenas perdeu o gol, como foi advertido com o amarelo.
Percebendo a fragilidade da equipe, o técnico Marcelo Martelotte fez mudanças. Sacou Daniel Costa e colocou Luisinho. Tirou Anderson Aquino e pôs Waldison. Substitiu Lúcio por Marlon. Não deu certo. O Criciúma continuou assustando. A melhor chance dos donos da casa foi aos 28. Maurinho tinha tudo para marcar, mas Wellington Cezar salvou quase em cima da linha.

FICHA DO JOGO

CRICIÚMA: Luiz; Jonas (Maicon Silva), Wanderson, Adalberto e Cristiano; Wellington, Paulinho e Natan (Roger Guedes); Lucca (Maurinho), Juba e Neto Baiano. Técnico:Dejan Petkovic.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Bileu, Danny Morais, Neris e Marlon (Lúcio); Bileu, Moradei, Renatinho, Lelê e Daniel Costa (Luisinho); Anderson Aquino (WaldisoN). Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio Heriberto Hülse (Criciúma/ SC). Horário: 16h30. Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT). Assistentes: Paulo César Silva Faria e Marcelo Grando (ambos do MT). Cartões amarelos: Danny Morais, Tiago Cardoso e Renatinho (Santa Cruz); Natan, Cristiano (Criciúma).


Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 25/7/2015

Nenhum comentário: