sábado, 18 de julho de 2015

Contra o Atlético-GO


CONTRA O ATLÉTICO-GO

Yuri de Lira

Quando esboçava uma reação para sair da zona morta da tabela da Série B, o Santa Cruz perdeu o Clássico das Emoções. Uma cortante ducha de água fria. Às 16h30 deste sábado, a missão da equipe de Marcelo Martelotte é começar a engatar uma nova sequência de vitórias. O Tricolor recebe o Atlético-GO, no Arruda. Embora bem mais perto do Z4 que do G4, persiste no acesso. No momento de freio do time na competição, porém, uma injeção de ânimo. Tiago Cardoso volta a vestir a camisa 1 coral. Líder e com estreita identificação com a torcida, pode dar o ânimo necessário para a equipe não perder as primeiras posições de vista.
Recuperado de duas lesões que o deixaram inativo por quase oito meses - uma mais séria no joelho direito e outra na panturrilha da mesma perna - Tiago Cardoso foi confirmado, ontem, entre os titulares. Devolverá Fred à reserva. É inegável que vai dar mais segurança ao time. E à torcida. “Recebi a notícia com muita satisfação e agradecimento. Martelotte me deu uma confiança muito grande. O que eu puder fazer para ajudar, vou fazer. Sem medir esforços", prometeu o ídolo.
Na contramão do retorno de Cardoso, o treinador está cheio de desfalques na linha. Só de titulares, são quatro baixas. Bruninho, machucado no ombro, além Danny Morais, Wellington e João Paulo, suspensos, ficam fora. Nininho, Sacomam, Bileu e Daniel Costa são os respectivos substitutos. “Lógico que perder tantos jogadores é preocupante. Mas não existe desespero”, minimizou o técnico.
Martelotte espera mostrar que a derrota contra o Náutico foi apenas um jogo de exceção. Que aquela partida apenas adiou o ingresso no G4. Tendo amargado o primeiro revés após uma sequência de quatro partidas invicto, esquece, por enquanto, a posição do Santa. Concentra-se no jogo e no reanimo que três pontos podem dar ao grupo. “Entendemos que a vitória é necessária em qualquer circunstância. Lá na frente, você só vai ter condições de brigar por objetivos maiores se for conquistando esses pontos. Há a necessidade de ganhar para retomar o nosso caminho e buscarmos uma classificação melhor pouco a pouco.”

ADVERSÁRIO

Sob o risco de assumir a lanterna da Série B caso não vença o Santa Cruz, o Dragão não vence há cinco rodadas. A última vez que saboreou a vitória foi contra o Náutico, no Serra Dourada, onde venceu por 2 a 0 - ainda em 13 de junho. Jorginho, balançando no cargo, deve ter duas novidades na equipe. Tende a promover a estreia do lateral esquerdo Eron e do meio-campista Thiago Primão. A esperança está depositada no atacante Arthur, autor de cinco dos sete gols do Atlético-GO no campeonato.

Fonte: Diario de PE, Recife, 18/7/2015

Nenhum comentário: