sexta-feira, 12 de junho de 2015

Santa Cruz encara o Boa Esporte


SANTA CRUZ ENCARA O BOA ESPORTE

Felipe Amorim

Embora não vença na competição há quatro rodadas (são três derrotas e um empate), o ponto conquistado na última rodada, fora de casa, deu uma perspectiva de melhora a um Santa Cruz que ainda não se encontrou na Série B do Brasileiro. Nesta sexta-feira (12), às 21h50, o time tricolor receberá o Boa Esporte-MG, no Arruda, adversário direto para sair da zona do rebaixamento.
Apesar de ter começado a sétima rodada fora da área do descenso, a vitória do Paraná por 1x0 contra o Luverdense-MT fez os corais caírem para a 17ª colocação, a primeira do Z-4. O Boa Esporte está uma posição à frente, com os mesmos quatro pontos, mas leva vantagem no saldo de gols. Por isso que um resultado positivo logo mais virou necessidade para o Santa Cruz. Se derrotar os mineiros, além de deixar um adversário para trás, poderá abrir três pontos de distância para a área de queda.
O empate fora de casa na última rodada também devolveu, em parte, a paz ao Arruda. Se antes o grupo e principalmente o técnico Ricardinho viviam sob forte pressão, aquele ponto diante do Luverdense fez os tricolores voltarem a acreditar em si próprio.
“Esse jogo será um divisor de água para nós. Se ganharmos, conseguimos minimizar os erros e poderemos focar em algo melhor na competição. Por isso que agora é a hora de cada um fazer o seu melhor para sairmos vitoriosos de campo”, disse o volante e capitão Edson Sitta.
O meia Daniel Costa, destaque no empate na rodada passada e que chegou recentemente ao clube, acredita plenamente no grupo e numa retomada na competição. “O Santa Cruz é uma equipe grande e a pressão sempre vai existir. Mesmo com os últimos resultados, temos muito a mostrar e somente nós podemos virar esse quadro. Nesse jogo teremos que fazer valer o fator casa para voltarmos a vencer”, afirmou.
O time, como de costume, haverá modificações. Alterações entre os titulares, por sinal, têm sido uma constante no Santa Cruz de Ricardinho. Com exceção de uma única vez na fase final do Campeonato Pernambucano (o segundo jogo da semifinal e o primeiro da final), o treinador não conseguiu mais repetir uma escalação, seja por suspensão, lesão ou opção técnica. Tudo isso tem influenciado negativamente na busca dos seus 11 titulares.
Para hoje, apesar do mistério na escalação, os problemas são muitos. Com Diego Sacoman (expulso) e Danny Morais (terceiro amarelo) suspensos, a dupla de zaga será formada pelos estreantes Alemão, finalmente recuperado de uma lesão que o afastou desde o Estadual, e Neris.
Ainda no sistema defensivo, o lateral-esquerdo Marlon, machucado, ficará de fora. O quarto desfalque, por suspensão, é o atacante Nathan.
Anderson Aquino, que também corria risco de ficar de fora, se recuperou a tempo da entorse no tornozelo esquerdo e estará em campo provavelmente ao lado de Bruno Mineiro, já que o Santa Cruz precisa vencer e deve entrar em campo novamente com dois atacantes no esquema 4-4-2.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ: Fred; Nininho, Alemão, Neris e Lúcio; Edson Sitta, Wellington Cézar, Daniel Castro e João Paulo; Anderson Aquino e Bruno Mineiro. Técnico: Ricardinho

BOA ESPORTE-MG: Andrey; Pirão, Wallace, Raphael Silva e Moacir (Sheslon); Wendel, Danielzinho, Radamés e Chapinha; Bruno Felipe e Érick Luís. Técnico: Luciano Deitos (interino)

Local: Arruda. Horário: 21h50. Árbitro: Rafael Diniz (DF). Assistentes: José Reinaldo Júnior e José Sabino (ambos do DF). Ingressos: R$ 20 (arquibancada) e R$ 10 (sócio e estudante).

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 12/6/2015

Nenhum comentário: