sábado, 20 de junho de 2015

A hora do Ceará


A HORA DO CEARÁ

Felipe Amorim

Após uma semana inteira para implementar a nova filosofia de trabalho e motivado pela estreia do técnico Marcelo Martelotte, o Santa Cruz volta a campo, hoje, às 16h30, na Arena Castelão, para colocar um ponto final no jejum de cinco partidas na Série B. O adversário será o Ceará, que, assim como os tricolores, também está na zona do rebaixamento e não vive um bom momento.
A atual situação coral não é nada boa. Já são três derrotas seguidas e dois empates. O último resultado negativo, 0x0 em casa contra o Boa Esporte-MG, fez Ricardinho ser demitido. Os sucessivos insucessos deixaram o Santa Cruz sem condição de sair da zona do rebaixamento nesta oitava rodada com suas próprias forças. Além da vitória, será preciso uma combinação de resultados para sair do Z-4.
Apesar do momento nada favorável, o técnico Martelotte tentou tranquilizar seus atletas. “Temos que trabalhar jogo a jogo, ver a reação da equipe. Agora para que a gente tenha condição de brigar por algo mais acima, precisamos de bons resultados. Mas só conseguiremos isso se voltamos a acreditar em nós. Temos bons jogadores, com características interessantes, mas precisamos voltar a sermos fortes. Aí quando a gente sair dessa situação, vamos buscar o acesso”, disse.
Como teve pouco tempo para preparar e corrigir os erros da equipe, Martelotte espera que os jogadores compensem com mais vontade e aplicação tática.
No time que mandará a campo, o treinador realizou apenas três alterações. Novamente à disposição após cumprirem suspensão automática, o zagueiro Danny Morais e o atacante Nathan voltam ao time. Eles entrarão nos lugares de Neris e Bruno Mineiro, respectivamente.
A terceira mudança foi por opção tática. Como pretende investir em jogadas pelas pontas e vê Renatinho como meia, ele acabou sacando o Daniel Costa da equipe. “Hoje, não há condição de Daniel Costa jogar ao lado de João Paulo. Nesse esquema que montei só há espaço para um homem centralizado e optei por João Paulo. Além disso, eu sempre vi Renatinho como meia e será assim que ele atuará comigo. Ele tem uma boa dinâmica, movimentação, passe, chegada na frente e finalização. É assim que pretendo aproveitá-lo”, explicou.
Em relação ao adversário, Martelotte fez questão de alertar seus comandados para não se apegarem à classificação deles. O Ceará está uma posição atrás do Santa Cruz, com um ponto a menos. “Não podemos nos iludir por conta da colocação deles na tabela. O Ceará tem um elenco muito qualificado. Até pouco tempo conquistou a Copa do Nordeste. Por isso a atenção tem que ser redobrada. Não podemos ser surpreendidos”, alertou.

FICHA DO JOGO

CEARÁ: Tiago; Biuí, Gilvan, Charles e Fernandinho; Uillian Correia, Baraka, Ricardinho e Roger Gaúcho; Marinho e Vinicius. Técnico: Silas Pereira

SANTA CRUZ: Fred; Nininho, Alemão, Danny Morais e Lúcio; Wellington Cézar, Bruninho, Renatinho e João Paulo; Nathan e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Arena Castelão, no Ceará. Horário: 16h30. Árbitro: Wasley do Couto Leão (PA). Assistentes: Márcio Dias e Luis Lopes (ambos do PA).

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 20/6/2015

Nenhum comentário: