segunda-feira, 8 de junho de 2015

A hora da virada


A HORA DA VIRADA

Emanuel Leite Jr.

As seis primeiras rodadas da Série B apresentam duas realidades bem distintas para os representantes do nosso estado. Lanterna no estadual, o Náutico vai fazendo a melhor campanha de um pernambucano na história do torneio nos pontos corridos. Mais do que isso, tem rendimento digno de campeão - abaixo apenas do Corinthians 2008 - e a melhor defesa nas 10 edições no formato atual. O campeão estadual, por outro lado, tem o pior início entre os pernambucanos - ao lado do Sport de 2010. Cenário preocupante, já que nunca um time com quatro pontos subiu de divisão e mais da metade terminou sendo rebaixada.
O gol de Nathan, a 10 minutos do fim, frente ao Luverdense no sábado, não apenas livrou o Santa Cruz de sua quinta derrota em seis jogos na Série B e tirou o Tricolor da zona de rebaixamento, como também evitou que os corais amargassem um feito negativo. Não fosse o suado pontinho conquistado em Lucas do Rio Verde, o Santa Cruz teria a pior campanha dos pernambucanos nas 10 edições da segundona na era dos pontos corridos. Com quatro pontos somados, o tricolor igualou o Sport de 2010. E fica diante de uma dura missão: nunca um time com esta pontuação ao fim de seis rodadas conseguiu o almejado acesso à primeira divisão.
A tendência é exatamente ao contrário. Ou seja, a ingrata luta contra o rebaixamento. De dez campeonatos neste formato, em nove deles havia um ou mais times com apenas quatro pontos em seis rodadas. No total, foram 13 equipes. E sete - mais da metade - terminaram a competição entre os quatro que caíram para a Série C.
Dos que conseguiram se livrar da queda, nenhum alcançou o feito de buscar o acesso à Série A. Em 2007, o Marília foi o que chegou mais perto. Terminou a competição com 53 pontos, seis atrás do Vitória, quarto colocado. Já o Sport foi o time que somou mais pontos ao fim do campeonato. Saiu dos quatro na sexta rodada para 56 na 38ª da Série B de 2010. O Leão, entretanto, ficou a sete pontos do América-MG, último a assegurar vaga na primeira divisão.
Mas, nem tudo é tão sombrio para o Santa Cruz. Em 2009, o Ceará havia somado apenas três pontos em seis rodadas. Ao fim da competição, conquistou o acesso à Série A. Talvez, a exceção que confirme a regra. Feito histórico do Vozão. Algo improvável de se repetir, mas que os tricolores têm condições de provar que não é impossível.

Fonte: Diario de PE, Recife, 08/6/2015

Nenhum comentário: