sábado, 23 de maio de 2015

Encarando o América-MG


ENCARANDO O AMÉRICA-MG

Felipe Amorim

Além de entrar em campo atrás da sua primeira vitória fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz tem outro importante objetivo hoje à tarde, às 16h30, diante do América-MG. Quando pisarem no gramado do Estádio Independência, em Minas Gerais, os tricolores vão atrás do equilíbrio num confronto contra um adversário que ainda não venceu na competição.
Na primeira partida, contra o Macaé-RJ, foram 21 oportunidades criadas e nenhuma concluída com êxito. Com o desperdício vieram os dois gols da derrota. Em seguida, em casa, frente ao Paraná, o Santa Cruz não criou tanto - foram 14 chutes -, mas os gols saíram aos montes (goleou por 4x1 e tinha vaga para mais).
Durante a semana, o técnico Ricardinho, que tem como estilo de jogo a ofensividade, continuou sua busca pelo equilíbrio entre os setores. Para ele, não adianta defender bem se lá na frente os gols não saem e vice-versa.
“A gente precisa saber se equilibrar. Lógico que a solidez defensiva é importante para se ter uma equipe competitiva. Afinal, não adianta fazer dois gols e tomar quatro. Você sairá sempre perdendo. Precisamos ter esse equilíbrio defensivo e conseguir incomodar o adversário. Essa é a minha linda de trabalho, até porque no futebol o objetivo é o gol. Eu busco que minha equipe tenha um êxito ofensivo, sempre. Costumo dar liberdade, mas com responsabilidade”, disse.
Com a conquista do equilíbrio, acredita Ricardinho, o Santa Cruz terá mais facilidade de vencer os jogos fora de casa, mesmo lembrando que a atuação diante do Macaé foi muito elogiada - com exceção dos diversos gols perdidos.
“Conquistar pontos fora de casa é importantíssimo. Na Série B não adianta ser forte só dentro de casa, é preciso se fortalecer para atuar fora também. Sabemos, claro, que muitas vezes o emocional atrapalha negativamente, fato que não nos ocorreu diante do Macaé. Na nossa estreia, não conseguimos ganhar, mas a equipe propôs o jogo e é isso que espero deles na temporada. Se tivermos que pecar, vamos pecar pelo excesso, pela busca e não pela omissão”, afirmou Ricardinho.
Sobre o time que mandará a campo logo mais, o Santa Cruz terá apenas uma única mudança em relação à rodada passada. Recuperado de um edema na coxa direita, Bruno Mineiro está mantido no ataque ao lado de Anderson Aquino. A alteração será no meio-campo. Após cumprir suspensão pela expulsão, Bruninho está de volta à cabeça de área. Quem sai é Bileu. Outro atrativo no jogo será a presença de Lúcio no banco de reservas. Regularizado na última quinta-feira, o experiente lateral-esquerdo será opção para o decorrer da partida.

FICHA TÉCNICA DO JOGO

América-MG: João Ricardo; Walber, Wesley Matos, Anderson Conceição e Raul; Leandro Guerreiro, Thiago Santos, Tony e Mancini; Felipe Amorim e Marcelo Toscano. Técnico: Givanildo Oliveira.

Santa Cruz: Fred; Nininho, Diego Sacoman, Danny Morais e Renatinho; Bruninho, Edson Sitta, Pedro Castro e João Paulo; Anderson Aquino e Bruno Mineiro. Técnico: Ricardinho

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Horário: 16h30.Árbitro: Rafael Traci (PR). Assistentes: Luciano Roggenbaum e Sidmar dos Santos (ambos do PR).

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 23/5/2015

Nenhum comentário: