sábado, 4 de abril de 2015

Um certo equilíbrio


UM CERTO EQUILÍBRIO

João de Andrade Neto

O clássico entre Sport e Santa Cruz, pela última rodada do hexagonal, vale pouco para a definição do Campeonato Pernambucano. Isso porque as duas equipes já estão classificadas para as semifinais, com o Leão já garantido na primeira coloçação e os corais já cientes de que enfrentarão o Central no mata-mata, restando saber apenas a ordem dos mandos de campo. Porém, um encontro entre rubro-negros e tricolores nunca será um "amistoso de luxo". Números, marcas e tabus ao longo da história provam isso. Sendo assim, o Superesportes fez um levantamento dos 20 últimos duelos entre os rivais e comprovou que, nos últimos anos, há um equilibrio maior quando o encontro acontece na Ilha do Retiro, palco do Clássico das Multidões deste domingo.
Nos últimos 10 confrontos disputados no reduto leonino, o Sport venceu seis, contra quatro do Santa. E aí, cada lado tem um fator a se agarrar. Pelo front rubro-negro, o fato de ter vencido os últimos três duelos como mandantes, sem ter levado um gol sequer. Nesses jogos, conseguiu eliminar duas vezes o rival no ano passado, nas semifinais da Copa do Nordeste e do Estadual. Porém, os argumentos dos corais também são fortes. Afinal, dos quatro triunfos na casa do arquirrival, três aconteceram em finais, no já histórico tricampeonato pernambucano (2011/2012/2013).
Por sinal, o Santa Cruz vem tendo mais vitórias contra o Sport na Ilha do Retiro do que no próprio Arruda. Jogando em casa, foram apenas três triunfos tricolores sobre o rival, nos últimos dez encontros. Nesse período, foram registrados ainda três empates. Já os rubro-negros levaram a melhor em quatro oportunidades. A última, na primeira rodada do Estadual deste ano, com um incontestável 3 a 0. Vitória que, por sinal, deu ao Leão a supremacia nos jogos disputados no Arruda em toda a história, com 50 vitórias, contra 49 do Santa.

Fonte: Diario de PE, Recife, 03/4/2015

Nenhum comentário: