domingo, 19 de abril de 2015

Santa Cruz 4 x 0 Central


SANTA CRUZ 4 x 0 CENTRAL

William Tavares

Sem dó nem piedade, o Santa Cruz massacrou o Central neste sábado (18), no Arruda, na primeira partida da semifinal do Campeonato Pernambucano 2015. Com uma noite inspirada de Alemão e Betinho, cada um balançando a rede duas vezes, o Tricolor derrotou a Patativa por 4×0. O Santa pode perder por até três gols de diferença no jogo da volta, no Lacerdão, que ainda se classificará para a final do Estadual.
O técnico Ricardinho guardou a escalação coral até os últimos minutos. Engana-se, porém, quem pensa que a demora foi apenas para não dar pistas ao adversário. Com uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito, o meia Raniel fez um teste de última hora para saber se teria condições de jogo. Não suportou as dores e teve que dar lugar a Emerson Santos. Outra mudança, essa por ordem técnica, foi a opção por Bileu na cabeça de área na vaga do jovem Welington Cezar, cotado anteriormente para começar no time principal.
No papel, a formação do Santa era classificada como 4-5-1, mas em campo o desenho era o de um tradicional 4-4-2, com Emerson Santos ao lado de Betinho no ataque. Buscando uma troca de passes rápida no meio-campo, o Tricolor pressionou o Central nos primeiros minutos. Os mandantes só não foram mais perigosos por conta dos sucessivos erros na hora do passe final.
Aos 38 e aos 40, o Tricolor teve por duas vezes a chance de tirar o grito de gol da garganta do torcedor. Primeiro com Bruninho, que ao receber ótimo passe de João Paulo ficou na cara do gol e isolou. Um minuto depois, o meia novamente trabalhou como garçom. Cruzamento para Betinho. O centroavante só raspou na bola e mandou para a linha de fundo. Mas um camisa 9 que se preze não desperdiça duas chances seguidas. Aos 46, Renatinho acertou cruzamento na medida para Betinho balançar as redes do Arruda.
Precisando soltar mais a equipe, o técnico Laelson Lima fez duas substituições, sacando Fabiano e Natan para as entradas de Willian e Fernando Pires. O treinador só não esperava que ainda no início do segundo tempo fosse perder um jogador. Juninho recebeu o segundo amarelo após falta em Renatinho e recebeu o vermelho. Depois, foi a vez de Sinval ir para o chuveiro mais cedo depois de derrubar Nathan.
Com dois a menos em campo, o Central guardou sua energias para evitar que o Santa ampliasse sua vantagem. E foram muitas as chances criadas pelo Tricolor. Nathan e Alemão chegaram a marcar, mas ambos estavam impedidos.
Aos 36, não teve bandeira nem goleiro que impedissem a festa coral. Nininho chuta cruzado e Mattia salvo quase em cima da linha. No rebote, Alemão solta o pé e aumenta o marcador. E a noite era mesmo do zagueiro coral. Após cobrança de escanteio, Alemão completou de cabeça para fazer seu segundo gol da partida e o terceiro do jogo. Para fechar a conta, e também fazer sua dobradinha na partida, Betinho aproveitou falha da zaga para sacramentar a vitória coral por 4×0, praticamente definindo a vaga do clube na final do Pernambucano.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ: Fred; Nininho, Alemão, Diego Sacoman e Renatinho; Bruninho (Nathan), Bileu, João Paulo (Thiaguinho), Guilherme Biteco (Pedro Castro) e Emerson Santos; Betinho. Técnico: Ricardinho.

CENTRAL: Beto; Ferreira, Sinval, Éverton e Madona; Natan (Fernando Pires), Jucemar Gaúcho, Tiago Laranjeira e Juninho Silva; Candinho (Mattia) e Fabiano (Willian). Técnico: Laelson Lima
Local: Arruda (Recife). Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Albert Júnior e Wlademir de Souza Lins. Gols: Betinho (aos 46 do 1ºT e aos 47 do 2ºT) e Alemão (aos 36 e aos 44 do 2ºT). Cartões amarelos: Candinho, Beto, Juninho , Sinval, Mattia (C); Pedro Castro (S). Cartão vermelho: Juninho, Sinval (C).

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, 18/4/2015

Nenhum comentário: