sábado, 28 de março de 2015

"Quem apanha não esquece!"


"QUEM APANHA NÃO ESQUECE!"

Yuri de Lira

Antes das semifinas com o Central, o volante Edson Sitta volta todas as atenções para o confronto diante do Sport. Embora a partida, válida pelo fechamento do hexagonal do título, sirva apenas para decidir se o Santa Cruz terminará em segundo ou terceiro (e onde vai decidir a vaga para a decisão contra a Patativa), o volante destaca a importância do reencontro com os rubro-negros, em 5 de abril, na Ilha. Porta-voz do grupo e capitão do time, nega revanchismo depois da derrota por 3 a 0 para o rival, ainda na estreia do PE2015. Porém, deixa claro a vontade de bater o Leão.
"Sofremos um resultado negativo na primeira partida e temos que focar neste jogo. Não tem nada de revanche, mas, quem bate, esquece. Quem apanha não esquece nunca. Eu não esqueci aquela derrota. O objetivo é fazer um grande clássico para depois pensar nas semifinais", disse o cabeça de área.
Sitta destaca ainda que outro revés para o Sport pode novamente transformar o ambiente no Arruda - hoje, de calmaria devido às duas vitórias seguidas no campeonato. "Se perder, as coisas mudam. O trabalho já começa a ser questionado e tudo volta a ser uma interrogação."

SECAÇÃO

O Sport decide uma vaga nas sêmis da Copa do Nordeste no próximo domingo, quando recebe o Fortaleza, na Ilha. Se avançar no regional, vai seguir tendo que conciliar o torneio com o Pernambucano. Se for eliminado, poderia vir abalado para o clássico com o Santa Cruz, uma semana depois. Perguntado sobre qual situação seria melhor para o time coral, Sitta esquivou-se. "Independente de como vierem, temos que nos preocupar somente conosco. Estou preocupado com o Santa Cruz. Deixo essa parte mais para o torcedor."

Fonte: DP, Recife, 27/3/2015

Nenhum comentário: