domingo, 15 de março de 2015

O time da "geladeira"


O TIME DA "GELADEIRA"

Yuri de Lira

Ricardinho não é o tipo de treinador que segura no time um atleta que não rende. Quando precisa mudar alguma peça por questões técnicas, o comandante coral não hesita. Dá chance a um reserva sem fazer muitos arrodeios. Quem perdeu a posição, no entanto, geralmente acaba sendo preterido de vez no grupo. Mesmo depois de chegarem ao Arruda sob a expectativa de serem titulares, seis dos reforços contratados pelo Santa Cruz - e indicados pelo técnico - estão agora na “geladeira”.

Bruno
O goleiro foi contratado para ser o substituto do ídolo Tiago Cardoso - machucado no joelho direito até meados de março. Iniciou o estadual como titular. Mas, inseguro na saída do gol e vazado oito vezes em quatro partidas, perdeu a posição para Fred. Deixou de figurar até no banco e virou o terceiro goleiro até nos treinamentos. Só voltou a ser opção do treinador na reserva na rodada passada.

Moisés
Moisés jogou cinco das sete partidas do estadual. Não agradou em nenhuma delas. Falho no combate e no apoio, começou a perder espaço nesta semana. Na reapresentação da última terça-feira, não treinou sequer entre os reservas. Na quarta-feira, até voltou a jogar entre os suplentes. O iminente acerto do Santa com o lateral direito João Carlos, do Serra Talhada, é o indício de que Moisés será ainda mais preterido.

Léo Veloso
Diferente de Moisés, a paciência de Ricardinho com Léo Veloso acabou mais cedo. Bastaram duas partidas para Renatinho retomar a lateral esquerda. Com o prata da casa machucado na coxa esquerda no último jogo, Léo voltou à equipe por falta de opção para o setor. Porém, seguiu com uma atuação abaixo das críticas. Nas atividades de quarta, Renatinho fez só academia e o recém-chegado Tiago Costa acabou sendo o titular e pode já reestrear pelo Tricolor.

Thiaguinho
O meia chegou no Arruda como um dos principais homens de confiança de Ricardinho, com quem trabalhou no Paraná, em 2014. Embora se destaque nos treinos e possa atuar também no ataque, Thiaguinho só foi titular nas duas primeiras rodadas. Depois, acabou sendo colocado em campo só durante 29 minutos na derrota por 1 a 0 para o Salgueiro, no Arruda, ainda pela quarta rodada. No treino passado, saiu um pouco do “gelo” e chegou a entrar no time de cima.

Pedro Castro
Pedro Castro é o atleta que está esquecido há mais tempo no Arruda. Assim como Thiaguinho, o meia trabalhou com Ricardinho no Paraná e passou toda a pré-temporada como dono de uma posição no setor de armação. Seguiu como titular na estreia do estadual, contra o Sport. Desde então, nunca mais jogou. Não figura nem entre os reservas nos treinos.

Guilherme Biteco
Titular da segunda rodada até os dois clássicos com o Náutico, Guilherme Biteco foi barrado repentinamente do último jogo. Só entrou em campo na etapa final. O veto do jogador não é só técnico. O meio-campista, é bem verdade, ainda não está no melhor da sua forma física. Algumas vezes, inclusive, trabalha em separado para conseguir se recondicionar.

Fonte: Diario de PE, Recife, 14/3/2015

Nenhum comentário: