segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Tricolor joga com muita raça e segura o empate diante do Sampaio Corrêa no Maranhão

A grande decisão entre Santa Cruz x Sampaio Corrêa/MA pelo título do Campeonato Brasileiro da Série C 2013 começou neste domingo. No primeiro embate entre as duas equipes, realizado no Maranhão, o placar ficou em 0x0.

Com esse resultado o Tricolor precisa de uma vitória simples na partida do próximo final de semana, no Arruda, para se sagrar campeão.

O TIME - Com muitos desfalques no seu setor ofensivo, o treinador Vica foi obrigado a modificar bastante a sua equipe. O esquema 4-5-1 foi mantido, mas dessa vez o comandante do ataque coral foi Siloé.

Assim, o Santa entrou em campo com: Tiago Cardoso, Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Panda; Sandro Manoel, Dedé, Luciano Sorriso, Raul e Renatinho; Siloé

O JOGO - Jogando fora de casa e sem seus principais atacantes, o Mais Querido entrou em campo apostando na forte marcação e na velocidade para vencer o jogo. Logo no primeiro minuto o Tricolor criou uma grande chance de marcar, quando Ozil cobrou falta da direita na cabeça de Luciano Sorriso, mas o volante mandou para fora.

O Sampaio, por sua vez, demorou para entrar no ritmo do jogo e só criou a primeira chance de gol aos 26 minutos. Tote avançou bem pela direita, recebeu bom lançamento e chutou, mas a bola foi pra fora.

Sem conseguir penetrar na defesa tricolor, o time da casa arriscava chutes de longa distância para tentar abrir o placar, mas sem sucesso.

Aos 35 minutos o Mais Querido teve grande chance de marcar em um contra-ataque em velocidade, mas Siloé segurou demais a bola e perdeu a oportunidade de tocar para Renatinho, que entrava na área livre para marcar.

Logo depois o Santa chegou novamente com perigo. Renatinho fez grande jogada, entrou na área e tocou para trás. Panda vinha em velocidade e soltou a bomba, mas a bola passou raspando na trave.
SEGUNDO TEMPO - Na volta para a segunda etapa o treinador Vica resolveu modificar sua equipe e colocou o atacante Jonathan na vaga do meia Raul. Segundo o comandante coral, sua ideia era aumentar o poder ofensivo da sua equipe.

A primeira chance de gol no segundo tempo foi do Sampaio. Júnior Chicão entrou em velocidade pela esquerda e soltou uma bomba, mas Tiago Cardoso defendeu bem e salvou o Santa.
O Mais Querido demorou para responder e só chegou com perigo aos 12 minutos, quando Panda soltou uma bomba de fora da área e por pouco não surpreendou o goleiro Rodrigo.

Para tentar chegar ao ataque com mais perigo, Vica resolveu escalar o volante Léo e o atacante Flávio Caça-Rato nas vagas de Siloé e Renatinho. As mudanças não surtiram efeito imediato e o jogo caiu de rendimento.

Só no fim da partida os dois times voltaram a atacar com perigo. Primeiro foi a vez do Sampaio Corrêa, que teve uma boa chance com Júnior Chicão de cabeça, mas Tiago Cardoso defendeu bem. Depois foi a vez do Santa chegar com Jonathan, mas antes dele concluir para o gol a arbitragem parou o lance e alegou impedimento.


 
 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Estamos na final da Série C




SAMPAIO CORRÊA X SANTA CRUZ
Domingo 24/11/2013 16 horas
Local: Estádio Castelão - São Luis/MA

Vamos lá meu querido tricolor, conquista essa taça e premia essa torcida maravilhosa que nunca te abandonou. Falta pouco para conseguirmos um título inédito de Campeão Brasileiro.

Ficaremos na torcida acompanhando o primeiro jogo em São Luis/MA e na segunda partida, faremos o que todo Brasil já sabe: "Lotaremos o Arrudão para te apoiar."

Queremos essa estrela de bronze em nosso escudo. Vai pra cima deles tricolor!

Um grande abraço à toda torcida Cobra Coral.

Gabriel Campelo

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A Ema Gemeu!

A Ema Gemeu!

Alberto Félix, de São Paulo

Camaradas Corais do Pina, Brasília, Cordeiro e arredores, alcoolistas e tabagistas.
Meninas e meninos Corais.
Perdão, pela preguiça e o obvio relaxamento em escrever, mas tem porquê, menino, minha casa estava mais revirada que uma rua da sofrida Bagdá.
Camarada coral, sabe qual é a maior merda quando nos metemos em uma reforma? E um tal de “jaque” aparece, eu explico, já que vai fazer isso porque já não aproveita e, fodeu.
Perante tudo isso cheguei a uma severa conclusão.
Coisas que um homem não deve fazer nunca.
Carregar botijão de gás, melancia, bateria de carro e sobretudo nunca jamais em hipótese alguma jogar “frescobol” e não te metas em reformas domésticas é bronca!
Rapaz, Lou Reed encantou-se!
Não vou aqui dizer que conheço a obra dele no Velvet Undeground, conheço pouco ou quase nada.
Há um filme muito gostoso de assistir chamado “Sem Folego” no qual além de Lou Reed participa Madonna, Jim Jarmusch e outras figurinhas carimbadas.
E deu Cruzeiro, a raposa, parabéns!
Para mim o que embotou a vitória deles foram aquelas faixas de louvor, etc.
Futebol tem que ser laico!
Quem tem bom censo cruza os braços!
E nós?
Menino, tão longe de mim distante vi o Colosso do Arruda que mais parecia a Praça Tahrir no Cairo de Gamal Abdel Nasser e suas bandeiras encarnadas preta e branca.
A ema cuiabana gemeu na unha de Flávio Caça Rato!
Uma vitória a sangue frio.
Saudações Corais a todos.