segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O real e afantasia


O REAL E A FANTASIA

Alberto Félix, de São Paulo

Camaradas Corais do Pina, Brasília, Cordeiro e arredores, alcoolistas e tabagistas.
Meninas e meninos Corais.
E então?
Fodeu!
Fazer o que?
O campeonato brasileiro aqui em casa está assim, o Palmeiras de Maria Eunice está comendo sem sal, meu Santinha é bom nem falar, só os corintianos aqui de casa estão mais felizes que mosca em pereba.
Os autores de livros de autoajuda, dizem que quando tu estás na merda é hora de crescer.
Conversa fiada.
Merda é merda e pronto.
Eu, coral até medula, assisto missa com canto gregoriano no mosteiro de São Bento aqui em sampa e o escambau.
Olhe, tem tanto santo no céu e não há um fela desses que olhe por nós!
Eu penso o seguinte, não tem santo, não tem reza e vela, que ajude esse nosso time.
Time cocô de louro!
Justo numa semana em que estávamos faceiros com nossa colocação em um ranque que nos coloca em trigésimo nono no mundo em media de publico!
E dai?
A culpa é de quem? De todos e de ninguém.
Nosso time é ruim mesmo.
Nossa diretoria, e babões em geral, tem que serem condenados às galés, onde só há choro e ranger! de dentes e o chicote estrala!
E digo mais, parodiando o grande gremista Lupicínio Rodrigues, nossa diretoria há de rolar como as pedras que rolam na estrada, sem ter nunca um cantinho de seu pra poder descansar.
Estamos na estrada de novo.
Saudações Corais a todos.

Nenhum comentário: