quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Livros com retrospectos sobre o Santa Cruz



LIVRO COM RETROSPECTOS SOBRE O SANTA CRUZ

Depois do grande sucesso de "Santa Cruz - Retrospecto 1914 a 1959", já está disponível para venda a continuação da história: "Santa Cruz - Retrospecto 1960 a 1979", com o mesmo formato do primeiro volume.

Conteúdo do livro:

20 anos de história com grandes conquistas;
Oito títulos de Campeão Pernambucano (o Penta, o 2º Super (1976) e o Bi 1978-1979);
Campeão do II Torneio PE-PB, em 1962;
Primeiro jogo internacional no Arruda, em 15/05/1966 (Santa Cruz 2x2 Belenenses);
Campeão da Taça Cidade do Recife, em 1971;
Três títulos de campeão do Torneio Início (1971, 1972 e 1976);
Jogo de estréia em Campeonatos Brasileiros da 1ª Divisão, em 07/08/1971;
Campeão de Torneio com participação da Seleção Tcheca a quem venceu por 4x0;
Título de “Fita Azul” do futebol brasileiro, com 12 partidas invictas no exterior;
24 fotos de times do Santa Cruz com, pelo menos, uma foto para cada ano;
Estatísticas diversas englobando o período de 1914 a 1979.

Compras pelo e-mail ccelsocordeiro@oi.com.br

Preço de cada exemplar: R$ 30,00

Carlos Celso Cordeiro
Telefone: (81)88011143 (81)88011143

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

A lugar nenhum



A LUGAR NENHUM

Clóvis Campêlo

Reclamam os amigos - com razão - do abandono a que este blog foi relegado nos últimos dias. Confesso, companheiros, que não é fácil encontrar motivos e notícias para movimentar um blog sobre o nosso clube de coração quando esse clube encontra-se sem rumo certo e sem perspectivas imediatas de sucessos.
Disputamos hoje uma Copa Pernambuco desqualificada, com equipes medíocres que nada têm a acrescentar de positivo à nossa história e ao nosso passado de glórias (que já está ficando distante, por sinal!).
No ano passado, já vivemos essa ilusão de que o certame serviria como uma etapa preparatória ao campeonato estadual. Esse ano, tentam nos fazer engolir o mesmo engôdo. Não é fácil. Parece que andamos em círculo, perdidos, e voltamos sempre ao mesmo lugar, ao local de partida.
Pergunto eu, e perguntar não ofende: se não iremos disputar o Estadual de 2010 com esse time e com esse treinador, o que estamos fazendo aqui? Para um clube com a tradição e o passado de glórias do Santa Cruz, isso não faz sentido.
Assim sendo, recusei-me a catalogar a tosca derrota para a Cabense e até mesmo a vitória suada e sacrificada contra o time da Acadêmica Vitória, sábado passado, lá em Vitória de Santo Antão. Sinceramente, não quero mais perder tempo com isso. Prefiro mudar o rumo do blog, transformá-lo, do que ficar a fazer estatísticas em cima de coisas insignificantes. Desse jeito, acredito que não estamos indo a lugar nenhum. Prefiro aguardar o calor de dezembro e as novas perspectivas que daí possam surgir. Não vou mais ficar batendo prego em estopa. Não tenho mais saco para isso.
Prefiro volver os olhos ao passado e lembrar dos tempos de glória, sucessos e ousadias que vivemos. Por isso, a fotografia acima. Uma homenagem ao ontem, um "não" ao hoje, uma esperança no amanhã.